julho 01, 2010

INTERJEIÇÕES

O que o Mundo espera da gente é mudança
O que a mudança espera da gente é atitude
O que os pais esperam da gente é felicidade
O que o País espera da gente é consciência
O que o outro espera é que você faça por ele...

O que o amor espera da gente é fidelidade
O que o amigo espera da gente é sinceridade
O que o colega espera da gente é o sucesso
Do nosso inimigo, a gente espera o inverso

O que a criança espera da gente é o exemplo
O que nossos chefes esperam da gente é o tempo
O que nossos filhos esperam da gente é o tempo
O que o tempo não faz, é esperar

O que a velhice espera da gente é o sossego
O que a morte espera da gente é o enredo
O que Deus espera da gente é o recomeço
O que o recomeço espera da gente é um fim ao avesso

O que as palavras esperam da gente é um ponto
O que o ponto espera da gente é o parágrafo
O que o parágrafo espera da gente é o sentido
O que o sentido espera da gente é a escolha

O que a escolha espera da gente é o caminho
O que o caminho espera da gente é segui-lo

Sou Mundo, sou o outro
Sou pai, sou País
Sou amor, sou amigo
Sou colega e inimigo
Fui criança, sou exemplo
Não sou chefe, nem sou tempo
Serei velho, verei a morte
Se verei Deus, só se tiver sorte
Sou palavra, nunca ponto

E a gente, o que espera da gente?



Jul/07

Nenhum comentário:

Postar um comentário